Redação Afya - abr 9, 2021

Rotina dos estudantes de Medicina: saiba como é

A partir do momento em que um estudante decide seguir carreira na Medicina, é necessário que ele esteja determinado a se esforçar ao máximo durante toda a sua jornada.

A realidade de estudos intensos começa ainda no ensino médio (com foco em conquistar a aprovação no vestibular) e acompanha o médico por toda a sua carreira. Esse profissional deve sempre buscar o aprofundamento e a atualização dos seus conhecimentos, já que a área médica está em constante evolução.

Durante a faculdade de Medicina não é diferente: os alunos precisam investir tempo e, principalmente, empenho no percurso de aprendizagem. Mas, ainda que essa graduação possa parecer um desafio muito complicado, é importante lembrar que não é impossível.

Comprove: acompanhe a leitura e conheça melhor as atividades presentes na rotina de um estudante da área. Saiba, ainda, como é possível viver essa experiência sem deixar de lado a vida pessoal!

Como é o curso de Medicina?

Com duração de 6 anos, o curso de Medicina é considerado da área de Ciências Biológicas. Oferecido na modalidade Bacharelado, essa graduação é comumente dividida em três ciclos, cada um com duração de dois anos.

No primeiro deles, conhecido como ‘’Ciclo básico’’, o estudante tem contato com matérias, em sua maioria, teóricas. Já no segundo ciclo - no qual são estudadas principalmente disciplinas relacionadas a doenças - o graduando começa a ter contato com o paciente. Por fim, nos dois anos finais, que constituem o Internato, o futuro médico adquire grande experiência prática. Isso ocorre por meio do acompanhamento e vivência da rotina dos hospitais.

Após concluir essas etapas, o estudante está pronto para atuar como médico generalista. Se ele optar por trabalhar em alguma área específica da Medicina, é preciso que curse algum tipo de especialização. Vale lembrar que, para que esse profissional possa exercer as suas atividades legalmente, é preciso que ele se registre no Conselho Regional de Medicina (CRM) do seu estado.

Rotina do estudante de medicina: como funciona?

A jornada de um estudante de Medicina é realmente desafiadora. Durante os anos de graduação, o aluno precisa se dedicar a diversas atividades e compromissos responsáveis pela construção do aprendizado.

Cada graduando se organiza de uma forma mas, em geral, as atividades que ocupam a rotina dos estudantes de Medicina são as mesmas. Confira:

1- Aulas

As aulas - sejam elas presenciais ou remotas - talvez constituem a atividade que ocupa a maior parte do dia dos estudantes. Na maioria das vezes distribuídas em período integral, as disciplinas possuem caráter teórico e prático. Funcionando de forma complementar, os dois tipos de matérias merecem igual dedicação e empenho.

2- Atividades avaliativas

Assim como os demais cursos, a graduação de Medicina é repleta de atividades avaliativas, como provas e trabalhos. No caso das primeiras, é preciso dedicar tempo para a preparação. As segundas não funcionam de forma muito diferente: o aluno precisa separar um momento para executar com calma e atenção o(s) exercício(s) proposto(s).

3- Atividades extras

Além de comparecer (seja física ou virtualmente) às aulas e realizar os exercícios avaliativos solicitados, é comum que, no curso de Medicina, o aluno precise participar de atividades extracurriculares como congressos, palestras, workshops, cursos, entre outras.

Além de ser fundamental para complementar a aprendizagem em sala de aula, esse formato de estudo é, muitas vezes, avaliado. É comum que as faculdades monitorem e contabilizem a presença dos alunos nessas atividades.

Normalmente, elas até mesmo distribuem créditos por participação. Logo, se você pretende estudar Medicina e não tem o costume de aproveitar essas oportunidades, saiba que precisará incorporar esse hábito à sua rotina.

4- Estudo autônomo

O empenho e a dedicação ao estudo também deve ser uma iniciativa dos alunos. Para que o conteúdo seja bem absorvido, é fundamental que eles desenvolvam e cultivem o hábito de estudar regularmente.

Se pretende cursar Medicina, saiba que vale tudo: ler anotações, fazer novos esquemas, realizar exercícios ou refazer provas. O importante é encontrar o método que melhor funcione para você e, claro, manter a constância. Nesse aspecto, a montagem de cronogramas pode ser uma grande aliada: ela permitirá que você coloque os conteúdos em dia e, claro, não se esqueça dos compromissos pessoais.

5- Atividades de extensão universitária

Essas atividades consistem em iniciativas que, desenvolvidas pelas instituições de ensino, têm como objetivo impactar positivamente a comunidade. No caso da Medicina, um bom exemplo são as participações em feiras de saúde.

6- Compromissos pessoais

É isso mesmo! Ainda que os alunos de Medicina precisem dedicar grande parte do seu tempo às tarefas da faculdade, é essencial que também deem atenção aos seus compromissos pessoais e atividades essenciais. Comer, dormir, manter a convivência com familiares e amigos: tudo isso pode (e deve!) ser mantido na rotina de um futuro médico.

Como conciliar todas essas atividades?

Como você pôde perceber, o dia a dia de um estudante da área médica é ocupado por diversos tipos de atividades. Para conciliá-las, é preciso não só de tempo, como também de foco, determinação e organização. Se você tem o desejo de viver essa experiência, conheça algumas dicas que podem te ajudar nessa missão. Confira:

1- Aposte em cronogramas

Como mencionado, eles são uma ótima forma de cultivar o hábito de estudos e, ao mesmo tempo, não deixar de lado os seus compromissos da vida pessoal.

2- Defina metas e objetivos

Traçá-los pode ser uma forma interessante de manter o foco. Tendo propósitos claros em mente, fica mais fácil elaborar uma jornada para alcançá-los. Além disso, essa é uma maneira de automotivar-se, já que você pode estabelecer pequenas recompensas para quando alcançar os seus objetivos.

3- Que tal um planner?

Os planners são agendas próprias para organização e planejamento que podem ser grandes aliados na sua organização. Usando seus recursos (como as divisórias), você pode se organizar tanto pessoalmente quanto academicamente.

4- Aproveite ao máximo as experiências da graduação

Atividades externas, projetos voluntários e sugestões de leituras complementares: aproveite essas e todas as outras oportunidades de crescimento e aprendizado que a faculdade te oferecer. Seguir esse pensamento favorecerá o seu desempenho e te ajudará a crescer como aluno e profissional.

Estudar medicina é assumir um grande compromisso com os estudos. Com organização e disciplina é possível ser fiel a esse acordo.

E você: sonha em estudar Medicina e está se aproximando da fase de prestar vestibular? Então é hora de manter o foco na preparação: saiba como ingressar nesse curso tão concorrido clicando aqui.

Banner_Medicina_2021.2 (2)

 

Escrito por Redação Afya

    240x400px