Redação Afya - dez 18, 2020

Medicina: será que essa é a profissão ideal para você?

É inegável que a Medicina vem acompanhada de benefícios e vantagens. Além de oferecer uma das melhores remunerações do mercado, possui uma missão nobre e importante para a sociedade: salvar vidas. Porém, é importante lembrar que a profissão não envolve só pontos positivos.

Assim como todas as outras ocupações, ela também vem acompanhada de sacrifícios e pontos negativos. Muitos deles tratam-se justamente do seu processo de formação, que demanda muito tempo e empenho. Por esse motivo, se você tem esse curso como uma opção, é importante, antes de tomar a decisão final, estudar à fundo as suas características. Assim, poderá certificar-se de que esse é realmente o seu plano para o futuro.


Defina seus objetivos e afinidades


Cursar uma graduação de Medicina implica em se privar de certos momentos, principalmente os de lazer. Essa realidade perdura desde o período pré-vestibular até a própria graduação, uma vez que os estudos nesses momentos são intensos. Os plantões e atendimentos fora de hora comprovam que com o diploma em mãos não é diferente. Quem escolhe a área médica precisará - durante grande parte da sua vida - ter uma ampla disponibilidade para a profissão.

Para que você viva dessa maneira e se sinta realizado, é preciso que seus objetivos sejam congruentes com as características da profissão. Por isso é tão importante que você defina suas metas e afinidades na vida. Se elas incluírem toda a realidade e os desdobramentos da Medicina, é sinal de que você estará seguindo o caminho correto ao escolhê-la.

Um bom exemplo são os momentos de convívio social. Se você não se importaria de se privar de uma noite com amigos ou de ter que sair em pleno almoço de domingo para atender a um paciente, você tem traços que se encaixam na carreira.



Como posso ‘’estudar’’ a profissão?



Entender se a Medicina é a ocupação certa para você pode não ser uma missão fácil. Trata-se de um processo gradual, fruto de muita observação, reflexão e pesquisa. Algumas dicas podem te ajudar nessa tarefa. São elas:

Faça pesquisas

Quer forma melhor de descobrir sobre um tema do que pesquisando sobre ele? Da mesma forma funciona com a graduação de medicina! Uma maneira eficaz de entender se você se identifica com esse curso é buscando informações sobre ele. Você pode fazer isso por meio de livros didáticos, pesquisas na internet e até mesmo vídeos informativos no YouTube.

Quanto mais informações você encontrar, mais fácil será visualizar as características do curso e, consequentemente, entender se ele é o ideal para você.

Vale lembrar ainda que essa também é uma ótima oportunidade para descobrir se você tem repulsa a alguma característica importante do curso, como ter que lidar com sangue ou com cadáveres. Em caso afirmativo, talvez seja melhor pensar em outra alternativa de graduação.

Consulte a grade do curso

A grade curricular de um curso compreende as disciplinas que serão ofertadas por ele ao decorrer da sua duração. Consultar esse tipo de arquivo é uma excelente forma de ter maior noção sobre os temas que serão abordados. Dessa forma, você poderá entender melhor se possui afinidade com a área médica.

Visite faculdades de Medicina

Visitar faculdades da área médica é uma ótima maneira de conhecer melhor a realidade e a rotina dos seus estudantes. Por meio de visitas guiadas, você poderá ter uma pequena demonstração de como funciona o universo de aprendizagem na Medicina.

Essa também é uma ótima oportunidade para conversar com estudantes e colher relatos sobre suas experiências no ambiente acadêmico.

Converse com profissionais formados

Procure por profissionais que atuam em diversos ambientes: consultórios, clínicas, hospitais e até mesmo no meio acadêmico. Conversando com esses especialistas, você poderá entender melhor como é a rotina deles, bem como quais são as suas atribuições, direitos e deveres. Tendo esse conhecimento, você poderá constatar ou não uma identificação com a ocupação.

Assista a séries e filmes sobre o tema

Ainda que nem sempre as séries e filmes retratem de forma totalmente fiel a realidade da área médica, são uma boa forma de ter uma noção sobre como é o dia a dia dela. Que tal reservar o final de semana para uma maratona?

Faça testes vocacionais

Se mesmo após pesquisar sobre o curso e conversar com um profissional da área você não se sente seguro para tomar uma decisão, talvez seja a hora de buscar ajuda profissional. Os testes vocacionais têm como objetivo traçar um perfil do estudante, indicando quais áreas e profissões melhor se adequam a ele. Essa pode ser a opção ideal para você.

Afinal, quais são as competências de um profissional da área?

Determinadas competências são vistas como importantes na personalidade dos profissionais da área. Reserve um tempo para refletir: Você se identifica com elas? Em caso positivo, esse pode ser um sinal de que você se dará bem no curso. Se a comparação tiver um resultado negativo, talvez seja um bom momento para começar a treinar as aptidões que forem possíveis. Confira algumas:

Ótima comunicação: um bom médico deve saber escutar os seus pacientes e se comunicar de forma atenciosa, cuidadosa e calma.

Capacidade de empatia: é preciso que, a todo momento, o médico seja capaz de se colocar no lugar do paciente e da família dele. Isso permitirá que esse profissional desenvolva um maior tato para se comunicar durante consultas e exames.

Clareza: Para que os pacientes se sintam seguros e acolhidos, é necessário que entendam com clareza a mensagem que o médico deseja passar. Por isso, é essencial evitar os termos excessivamente rebuscados e expressar-se com clareza.

Atenção aos detalhes: Cada sintoma ou sinal dado pelo paciente deve ser percebido e registrado. Além disso, durante os procedimentos, é preciso total concentração.

Provavelmente, depois de ler esse texto, você avançou alguns passos na decisão de se tornar ou não um(a) médico(a), certo? Então que tal continuar a sua busca por conhecimento? Confira algumas informações sobre medicina que você desconhecia.

Escrito por Redação Afya

    Banner_Medicina_2021.2 (2)