Redação Afya - dez 18, 2020

6 motivos para cursar uma faculdade particular de Medicina

Após a escolha da graduação, a definição da instituição de ensino onde cursá-la é de extrema importância na trajetória dos estudantes. Essa é uma decisão que afetará não apenas a vida acadêmica dos alunos, mas também o futuro deles no mercado de trabalho, já que as faculdades possuem participação ampla na formação de um profissional.

A responsabilidade é dobrada quando o curso em questão é Medicina, já que essa é uma das graduações mais longas, com duração de cerca de 6 anos (sem mencionar as especializações!). Pelo tempo de estudo ser amplo, o período que os estudantes permanecerão em contato com a faculdade é extenso. Por isso, se você pretende escolher essa área, é importante pesquisar e selecionar com sabedoria a instituição de ensino mais adequada às suas necessidades.

Nesse sentido, as faculdades particulares podem ser uma excelente opção. Por dependerem de investimentos privados, muitas vezes possuem uma infraestrutura mais completa e propícia ao desenvolvimento do aluno. Além disso, é possível ingressar nelas por meio de programas de bolsas e financiamentos do governo. Continue a leitura para descobrir mais sobre essas e outras vantagens desse tipo de instituição!

Por que cursar uma faculdade particular?

Os motivos para escolher uma faculdade particular vão desde o ingresso à instituição até a formação nela. Confira:

  • Possibilidades variadas de ingresso

Existem algumas possibilidades diferentes para ingressar em uma faculdade particular. Essa variedade é uma grande vantagem, uma vez que o estudante pode escolher a maneira que melhor se adequa às suas necessidades.

Algumas instituições oferecem, por exemplo, a possibilidade de ingresso por meio da nota do ENEM. Essa pode ser uma escolha prática para aqueles que querem aproveitar o resultado da prova e evitar outra avaliação.

Há também as instituições que possuem vestibular específico. Essa é uma ótima opção para quem sente-se motivado a realizar um modelo de prova diferente, com conteúdos exclusivos. Também pode ser a solução para aqueles que não alcançaram um bom desempenho do ENEM e almejam uma nova oportunidade.

Financiamentos do governo

Para muitos estudantes, os elevados preços das matrículas de faculdades privadas ainda representam um impedimento para o ingresso nessas instituições. Como forma de solucionar esse empecilho, há alguns programas do Governo Federal que auxiliam alunos com baixa renda familiar a terem acesso a elas. O Programa Universidade Para Todos (ProUni) e o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES) são os mais conhecidos.

O ProUni é um programa de bolsas oferecidas - de forma parcial ou integral - a estudantes de baixa renda. Seu objetivo é facilitar o ingresso desses jovens em faculdades particulares. Para ser contemplado pela iniciativa, é necessário realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), alcançando média igual ou superior a 450 pontos na prova objetiva e pontuação superior a zero na redação.

Com o mesmo objetivo, o FIES é um programa de financiamento para esses jovens. Porém, essa iniciativa funciona de forma diferente da primeira: o dinheiro investido na faculdade precisará ser pago ao governo pelo estudante. Contudo, os juros baixos e o longo prazo para pagamento facilitam esse reembolso. Os critérios para receber o auxílio são semelhantes aos do ProUni, com diferenças na renda mínima necessária. Vale lembrar, porém, que os requisitos dessa última ação têm passado por alterações.

Garantia do tempo de curso

A duração média do curso de medicina é de 6 anos. Após esse período, você está apto a atuar como um Clínico Geral. Caso se interesse por alguma especialização, esse tempo pode se estender, a depender da área escolhida.

Estudar em uma faculdade particular permite que você tenha a garantia de que, caso se mantenha regular, conseguirá se formar no tempo que estipulou. Essa certeza dificilmente acontece em universidades públicas, por exemplo, ambiente em que alguns acontecimentos, como as greves, podem atrasar o período necessário para a conclusão do curso.

Investimento constante em estrutura

Por possuir uma grande carga de aulas práticas e teóricas, o curso de medicina demanda uma estrutura aprimorada e adequada para os estudos dos graduandos. Laboratórios, clínicas-escola, bibliotecas e auditórios são exemplos de ambientes essenciais para o desenvolvimento dos alunos. O curso também desperta a necessidade de utilizar alguns materiais, como as peças sintéticas.

As faculdades particulares de medicina, por contarem com uma verba própria, estão constantemente investindo em melhorias estruturais para garantir um melhor aprendizado aos discentes.

Inovação nos métodos de ensino

Também há um constante empenho das faculdades particulares para inovar os métodos e formas de ensino. Essa iniciativa é uma forma de motivar não só os docentes, mas também os alunos. Os primeiros pois, com a estrutura ideal e inovadora para o ensino, se sentem mais motivados a planejarem e executarem as aulas. Os segundos porque se sentem mais interessados e instigados a participarem dos momentos de exposição de conteúdo.

Mais tempo para investir na sua especialização

Normalmente, alguns estudantes optam por realizarem cursinhos até alcançarem uma nota satisfatória para ingressarem em uma instituição pública. As faculdades particulares, por sua vez, possuem notas de corte menores, facilitando a entrada. Logo, os estudantes que as escolhem, podem usar o tempo economizado para, no futuro, focar e investir nas suas especializações.

E aí: gostou de entender melhor sobre as vantagens de escolher uma faculdade privada para a sua formação em Medicina? 

Aproveite para conhecer melhor as Faculdades do Grupo Afya Educacional!

Escrito por Redação Afya

    Banner_Medicina_2021.2 (2)